Histórico

Empresas e entidades das cadeias agroindustriais de aves e ovos de todo o Brasil reuniram-se para criar a Associação Brasileira de Proteína Animal – ABPA, que nasce a partir da união da União Brasileira de Avicultura (UBABEF) e da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carnes (ABIPECS). A Associação Brasileira de Proteína Animal - ABPA já nasceu como a maior entidade representativa do setor de proteína animal do Brasil: são 136 associados.

No ano de 2015 as exportações de ovos totalizaram mais de US$ 24 milhões com o volume de quase 19 mil de toneladas.

Focada no fortalecimento institucional dos setores e na expansão dos trabalhos por meios de sinergias de ações, a ABPA segue um modelo de governança transparente e democrático, com câmaras temáticas que contemplam grupos que trabalham juntos nas questões de interesse da cadeia produtiva.

Além de fomentar o consumo no mercado interno, a ABPA trabalha voltada para o desenvolvimento, econômico, social, técnico e científico do setor. Tem também como foco a ampliação das exportações de cada segmento por meio de negociações internacionais, promoção de eventos, abertura de mercados, defesa comercial e outras iniciativas.


Conselho Diretivo

Adriano Zerbini (BRF)
Dilvo Grolli (Coopavel)
Flávio Gomes Malnarcic (JBS)
Jairo Cesar de Oliveira Arenazio (Cobb-Vantress)
José Carlos Garrote de Souza (São Salvador Alimentos)
José Mayr Bonassi (Adelle)
José Roberto Fraga Goulart (Alibem)
Júlio César Franzói (Pamplona)
Leandro Pinto (Granja Mantiqueira)
Leomar Luiz Somensi (Aurora)
Luiz Carlos Mendes Costa (Pif Paf)
Nestor Freiberger (ASGAV)
Ricardo Gouveia (Sindicarne)